A leitura como tratamento para depressão

Aventuras, romances, dramas, comédias e fantasias dão um tremendo apoio na recuperação de condições físicas e principalmente psicológicas

 

Os livros para superar a depressão são uma boa ferramenta para enfrentar esse tipo de transtorno. Com eles, compreendemos um pouco melhor o nosso pior inimigo, entendendo a razão do sofrimento persistente e aplicando estratégias adequadas para sair pouco a pouco desse abismo de escuridão que nos separa do mundo.

 

Admitamos, poucas patologias nos invalidam tanto, e ao mesmo tempo são tão incompreendidas, quanto a depressão. Estamos diante de um estado mental desgastante no qual remoer e arrastar pensamentos negativos aniquila a nossa coragem, a integridade emocional, derivando também em sintomas físicos bastante complexos e, às vezes, até contraditórios

 

As pessoas costumam associar a depressão ao silêncio, ao cansaço extremo, janelas fechadas, lágrimas e vontade de não fazer nada. No entanto, e por mais curioso que possa parecer, existem indivíduos que derivam para o lado contrário, a hiperatividade, a necessidade de se manter ativo, ocupado e imerso em mil coisas, com o objetivo de não pensar, de virar o rosto e olhar esse grande vazio interior.

 

Estamos diante de uma doença de diagnóstico complexo em muitos casos, um transtorno em ocasiões resistente e que requer muitas estratégias para ser abordado. No entanto, devemos estar cientes: a depressão tem cura. Para isso, devemos assumir uma perspectiva multifuncional: ao plano farmacológico devemos adicionar o psicológico e a esse último, o social; e também todas as estratégias que cada pessoa, a partir do seu ponto de vista, considera que possam ser de ajuda.

 

Como, por exemplo, o caso do mindfullness, a atividade física, a alimentação saudável, as terapias artísticas, as terapias com animais, etc. Ao nosso alcance temos muitas ferramentas a considerar, e é aí que os livros para superar a depressão são, sem dúvida, uma peça essencial para entender melhor o que está acontecendo.

 

O método é tão eficaz que virou política de saúde pública no Reino Unido. Desde 2013, pacientes com doenças psiquiátricas recebem indicações do que devem ler direto do especialista. Da mesma maneira que vão à drogaria comprar remédios, eles levam o receituário à biblioteca e tomam emprestados os volumes aconselhados.

 

Lembre-se: a Livraria Nobel tem uma variedade de livros que podem auxiliar os pacientes com depressão a entrar em uma nova história para enxergar a vida com uma nova perspectiva.

Fonte: https://amenteemaravilhosa.com.br/7-livros-para-superar-a-depressao/