A Ciência por trás dos livros de J.R.R. Tolkien

Você já reparou que a grande maioria das histórias que conhecemos envolve mocinhos e bandidos brigando por objetivos opostos? E que, na maioria das vezes, a vitória vem para os mocinhos? Tenha certeza, se os bons não ganham no final, é porque a história ainda não chegou ao seu fim 😉
De Darth Vader a Smaug, é possível perceber que o padrão prevalece, mas você já se perguntou por que isso ocorre? Será que a resposta é tão simples quanto podemos imaginar? Conheça alguns estudos científicos a respeito deste assunto, embasados pelas obras de JRR Tolkien:

Uma questão de saúde

 

Uma pesquisa de um jornal australiano de medicina concluiu que o motivo do fracasso dos vilões é um pouco inusitado. Segundo seus pesquisadores, o que leva os vilões à derrota são péssimas questão sanitárias.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores usaram como referência os livros do Senhor dos Anéis. Nestas histórias, os vilões vivem em locais repletos de escuridão, com condições sanitárias e alimentícias nada ideais. Daí fica fácil pros mocinhos. Não é mesmo?

Vitamina D, cadê você?

A falta de sol, realidade de quem vive em montanhas sombrias, causa deficiência de vitamina D. Sabidamente, essa substância auxilia o metabolismo do cálcio e, quando fica muito tempo em falta, pode causar raquitismo e complicações ósseas. Além disso, a vitamina D é capaz de diminuir a suscetibilidade a condições como esclerose múltipla, tuberculose e outras doenças pulmonares.
Estas complicações médicas explicariam, por exemplo, como os anões do filme senhor dos anéis poderiam ser tão fortes a ponto de lutarem com os orcs.

A receita da jornada

Em um livro chamado “O Herói de mil Faces”, o pesquisador Joseph Campbell discorre a respeito da formação mística de vários personagens. A partir dessas análises, percebeu-se que a “receita” é e sempre foi bastante usada.
Se você por acaso tem vontade de se tornar um escritor, conhecer esses passos pode ser de grande ajuda. Contudo, se você é apenas mais um curioso de plantão, saber quais são esses passos irá fazê-lo compreender melhor as histórias que lê ou vê nas telas do cinema.

1 – Mundo comum:

É a ambientação, ou seja, o momento quando o autor mostra ao leitor como é o cotidiano dos personagens. Em “O Hobbit”, a história começa mostrando o Condado de Bilbo;

 

2 – Chamado à aventura:

O herói precisa sair de seu mundo comum inesperadamente. No caso da obra de Tolkien, Gandalf surge e chama Bilbo para uma aventura;

3 – Recusa ao chamado:

Está tudo bem na vida pacata do herói, e ele prefere continuar assim. Bilbo diz que não é respeitável um hobbit sair em busca de aventuras;

4 – Encontro com o mentor:

O herói vai procurar alguém mais experiente, que possa dar bons conselhos. O mentor, no caso de “O Hobbit”, é Gandalf, que acaba convencendo Bilbo a acompanhá-lo;

5 – Travessia do umbral:

É quando o herói resolve mergulhar em um mundo completamente diferente. Bilbo encontra alguns trolls na floresta, tenta descobrir mais sobre eles e roubá-los;

6 – Testes, aliados e amigos:

A maior parte da história se desenvolve aqui, quando o herói conhece outras terras além das suas e vive mais aventuras. Nesta parte é onde ele vai passar por testes e precisar de ajuda. Bilbo passa pela cidade dos elfos, corta as Montanhas Sombrias, a Floresta das Trevas e a Cidade dos Vales;

7 – Aproximação do objetivo:

O herói está prestes a conseguir o que deseja, mas haverá muita tensão. Bilbo chega à Montanha Solitária, onde está Smaug e sua fortuna;

8 – Provação máxima:

Aqui o herói vai vivenciar tudo com muita intensidade. Em “O Hobbit”, é o diálogo de Bilbo, sozinho e pequeno, com Smaug, o imenso e poderoso dragão;

9 – Conquista da recompensa:

O nome diz tudo; o herói foi valente e alcançou sua meta. É quando Bilbo retira Smaug da montanha e o entrega aos moradores de Cidade do Lago;

10 – Caminho de volta:

o herói precisa voltar ao seu mundo original; é geralmente a parte mais curta da história;

11 – Depuração:

Se algo está mal resolvido, é a hora de o herói dar um jeito nisso. No caso da história de Tolkien, é o momento da famosa Batalha dos Cinco Exércitos, quando anões, orcs, lobos selvagens, elfos e homens da Cidade do Lago lutam;

12 – Retorno transformado:

O herói tem sua vida mudada depois de todas as suas experiências, e volta para casa se sentindo outra pessoa. Bilbo retorna ao lar e escreve um livro sobre suas aventuras.