Filmes baseados em livros que ganharam o Oscar

O cinema e a literatura andam em uma linha tênue. Para escrever um roteiro que guiará o diretor a construir uma obra prima do cinema, uma base literária pode ser necessária. Coincidência ou não, grande parte dos filmes que marcaram a sétima arte foram inspirados em livros.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood entrega anualmente o maior prêmio da indústria do cinema de Hollywood, o Oscar, porém, pouca gente sabe que muitas das histórias que emocionaram pessoas pelos cinemas de todo o mundo são adaptações de obras literárias.

Selecionamos alguns filmes baseados em livros que ganharam estatuetas do Oscar e se consagraram eternamente como grandes clássicos do cinema mundial. Confira!

O poderoso chefão

Este clássico do cinema, dirigido por Francis Ford Coppola, foi lançado em 1972 e indicado a nove categorias do Oscar de 1973.

O filme levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Ator (Marlon Brando) e Melhor Roteiro Adaptado. Este filme foi baseado na obra O Poderoso Chefão de Mario Puzo, conta a epopeia de uma família de origem siciliana que imigra para os Estados Unidos. É considerada, até hoje, um dos melhores filmes já feitos na história. O livro foi publicado originalmente em 1969 e o primeiro filme da série foi adaptado para as telonas em 1972.

A Lista de Schindler

Dirigido por Steven Spielberg, A Lista de Schindler é um dos filmes mais emocionantes sobre o Holocausto! Lançado em 1993, este filme norte-americano foi nomeado para doze categorias do Oscar de 1994.

Entre todas as indicações, A Lista de Schindler conquistou sete prêmios: Melhor Filme, Melhor Diretor (Steven Spielberg), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Montagem, Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte. O roteiro do filme é baseado no romance Schindler’s Ark, do australiano Thomas Keneally, lançado inicialmente em 1982. O livro conta a história real de um industrial alemão chamado Oskar Schindler, que abrigava centenas de judeus em sua fábrica, de onde ele os transferia em segredo para a um lugar seguro na Tchecoslováquia, ao invés de deixá-los chegar ao seu destino final esperado por muitos: as câmaras de gás.

E o vento levou

Um verdadeiro clássico do cinema mundial, E o Vento Levou tem direção de Victor Fleming e roteiro baseado na obra homônima de Margaret Mitchell. O filme recebeu 13 indicações ao Oscar de 1940, vencendo em 8 categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Vivien Leigh), Melhor Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel), Melhor Roteiro Adaptado (Sidney Howard), Melhor Edição (Hal C. Kern), Melhor Fotografia (Ernest Haller e Ray Rennahan), e Melhor Direção de Arte (Lyle R. Wheeler).

O livro publicado pela primeira vez em 30 de junho de 1936. Narra a impressionante história de Scarlett O’Hara e de sua transformação de jovem impetuosa e mimada em mulher calculista e ambiciosa. Frustrada por não conseguir se casar com o homem que desejava, Scarlett acaba se envolvendo com o aventureiro Rhett Butler, com quem viverá uma das histórias de amor mais célebres e conturbadas da literatura. A autora descreve de forma incrível o cenário da Guerra Civil norte-americana e as mudanças sociais que a mesma trouxe.

A Volta ao Mundo em 80 Dias

Esta é uma das obras mais famosas de Júlio Verne, e que foi adaptada para às telonas por Michael Anderson, Kevin McClory e Sidney Smith em 1956. O longo ganhou em cinco categorias na premiação do Oscar de 1957: Melhor Filme, Melhor Roteiro adaptado, Melhor Montagem, Melhor Fotografia e Melhor Trilha Sonora.

Neste clássico da literatura mundial escrito por Júlio Verne ambientado na Londres da virada para o século XX,  o público acompanha a trajetória do gentleman inglês Phileas Fogg, que aposta com seus amigos da alta sociedade que é capaz de dar a volta ao mundo em apenas 80 dias. Arriscando toda a sua fortuna na aventura, Fogg inicia a viagem no mesmo dia, levando consigo apenas seu empregado recém-contratado, o francês Jean Passepartout, e uma bolsa.

Onde os Fracos Não Têm Vez

 Com direção dos Irmãos Coen (Ethan Coen e Joel Coen), Onde os Fracos Não Têm Vez, lançado em 2007, foi inspirado na obra No Country for Old Men, de Cormac McCarthy. Na premiação de 2008, este filme levou quatro estatuetas pelas categorias de: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator Coadjuvante (Javier Bardem) e Melhor Roteiro Adaptado.

Com o título original de Onde os velhos não tem vez, o livro de Cormac McCarthy, foi lançado em 2006.E conta a história do veterano de guerra Llewelyn Moss que foge com 2 milhões de doláres, uma fortuna que ele encontrou  junto de um cadáver. A partir disso, começa a ser perseguido pelo assassino psicopata Anton Chigurh, contratado para recuperar a quantia.

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei

Este é um dos filmes com maior número de indicações e prêmios recebidos na história da premiação do Oscar !O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei é o terceiro e último filme da série Senhor dos Anéis. Com direção de Peter Jackson, este clássico da fantasia conquistou onze estatuetas na premiação de 2004, nas categorias; Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Direção de Arte, Melhor Edição, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem, Melhor Mixagem de Som, Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original.

Todos os filmes da série O Senhor dos Anéis foram baseados nos livros de J.R.R. Tolkien, premiado escritor inglês. O último livro desta série (O Retorno do Rei) foi inicialmente publicado em 1955. A história da sequência na perigosa jornada de Frodo e Sam rumo a Montanha da Perdição.

Hamlet

A clássica peça de teatro escrita pelo icônico poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare, entre 1599 e 1602, ganhou a sua primeira adaptação cinematográfica em 1948.Com direção de Laurence Olivier, Hamlet foi indicado em sete categorias no Oscar de 1949. Foi vencedor de quatro prêmios: Melhor Filme, Melhor Figurino, Melhor Direção de Arte e Melhor Ator (Laurence Olivier).

O livro conta a história de Hamlet que sofre com a morte do pai, o rei Hamlet, e o repentino casamento da mãe com seu tio. O mesmo não demora a questionar se deve buscar vingança. Em meio a tantas dúvidas Hamlet adquire uma dimensão psicológica confusa e passa a divagar sobre questões éticas e filosóficas. Pois, ele antes precisa ter certeza de que o seu tio Claudius matou mesmo o rei para usurpar seu trono.

A cerimônia do Oscar presenteia anualmente os profissionais da indústria cinematográfica com a estatueta dourada, em reconhecimento à excelência do trabalho e conquistas na arte da produção cinematográfica. Muitos desses prêmios são para filmes baseados em livros, para conferir essas histórias e muitas outras que foram adaptadas para as telonas vá até a livraria Nobel mais próxima e confira nosso acervo de livros.