O Homem de Giz – O seu novo mistério preferido

O Livro  Homem de Giz não por acaso,  traz em sua edição impressa um interessante layout inspirado na temática do quadro negro e do desenho em giz. Com seu corte de páginas em preto, e com as folhas iniciais dos capítulos na mesma cor, a versão impressa se torna um presente muito interessante e bonito. Daqueles que nos dão uma vontade imensa de nos auto presentear 😉

O Thriller é narrado pelo seu personagem principal, Ed Adams, que flutua sua narrativa entre passado e presente, desde sua infância até o ano de 2016. Seu texto, entremeado por peculiaridades de sua personagem, nos traz uma série de dúvidas sobre a autenticidade dos fatos repassados. Quando criança, Ed apresenta visão deturpada da realidade. Já quando adulto, sua personalidade não é capaz de transmitir confiança suficiente.

Início em alta tensão

Ed, por volta de seus 10 anos, passeando por entre uma feira de sua pequena cidade natal, começa a observar uma garota que lhe chama atenção. Nesse interim, o brinquedo em que a menina brincava desmorona causando um trágico acidente. A menina que Ed observava cai próximo a ele. Ed, então, repara severas lacerações na face e um ferimento na perna da criança.

Durante o acidente, o professor Halloran, futuro professor de inglês de Ed na escola, presta os primeiros-socorros a menina. Este fato, traz aos dois a pecha de heróis da cidade.

Não se engane, este é apenas o início do livro. Deu pra ver que a intensidade vai estar presente em cada página deste Best Seller, não é mesmo? Depois deste início arrasador, a autora começa a nos introduzir na história gradativamente.

Referência matadora

Quem é o Ed, como ele cresceu e o que se tornou após adulto. Passamos por momentos de sua vida e conhecemos também alguns amigos do nosso protagonista. O fato do personagem fazer parte de uma gangue, nos traz claramente a referência de It a Coisa. Obra de Stephen King reverenciada por fãs de thrillers. Neste capítulo vemos nosso protagonista junto de seus amigos, enquanto crescem em meio a desafios e lutas contra valentões.

Porém, as coisas começam a ficar bem estranhas nesta cidadezinha, quando o grupo começa a se comunicar através de homens desenhados com giz na frente das casas uns dos outros. As coisas começam a ficar mais estranhas ainda quando estes símbolos em giz os levam a encontrar corpos na floresta próxima à cidade. Neste momento, começam as especulações acerca de quem teria cometido tal atrocidade.

Porém, estas não são as únicas coisas estranhas que vão acontecer por ali. O Próprio Sr. Haloran é uma peculiaridade à parte. Sua pele muito branca, num tom quase albino, além de seus trajes espalhafatosos, ornados com chapéus estranhos fazem a cidade desconfiar automaticamente deste forasteiro que acabou de chegar por ali.

As coisas ficam cada vez mais estranhas

O Clima começa a ficar pesado quando, pelo clima de comoção e furor que o caso causou na cidade, manifestantes começam a protestar em frente a clínica de aborto que a mãe de Ed trabalha como médica. Algum destes manifestantes, inclusive, fazem parte de um grupo excêntrico e misterioso de fanáticos religiosos, apoiados pelo também excêntrico reverente Martin.

Nesta teia bem elaborada de acontecimentos, permeados por personagens estranhos e interessantes, este Best Seller cativa e te fisga desde as primeiras páginas. Vale muito adquirir sua versão em capa dura, brilhantemente desenvolvida e feito pra durar pra sempre!

Corra até uma Livraria Nobel mais próxima e garanta já o seu exemplar!

Até a próxima.